O Contrabaixo
encomendado
por
Gary Karr

 

Em 1992 Gary Karr fez uma visita a nosso Atelier.

Depois de conhecer nosso trabalho e tocar um instrumento ainda em fase final de construção, o prof. Karr encomendou um contrabaixo no mesmo modelo.

No mesmo dia escreveu a seguinte declaração:

"...The finest bass maker in Brazil and one of the greatest luthiers in the world..."

A visita desse, que é um dos maiores nomes do contrabaixo mundial, reconhecido internacionalmente e autor de inúmeras gravações para contrabaixo, já foi uma honra e um prazer, mas a intenção de comprar um instrumento nosso foi uma prova de reconhecimento maior que qualquer elogio.

O instrumento, com modelo criado por mim, foi construído com base na técnica da escola italiana de meu mestre Enzo Bertelli.

Gary Karr tocando um de nossos instrumentos (ainda sem verniz) alguns dias depois de encomendar a construção de seu contrabaixo.

Na construção desse instrumento foi utilizado material de primeira qualidade, assim como em todos os nossos contrabaixos.

O fato de ter uma encomenda de um dos maiores contrabaixistas do planeta fez com que todo o trabalho fosse realizado com enorme prazer e alegria.

O prof. Karr gostou muito do modelo, ainda sem verniz, que experimentou no Atelier e pediu que seu instrumento tivesse o mesmo desenho.

Quando se constrói um instrumento por encomenda, todos os detalhes são levados em conta.

É necessário que o músico sinta-se completamente bem, portanto algumas medidas devem ser tomadas antes de iniciar a construção.

A altura do músico, o comprimento de seu braço e o tamanho de sua mão são alguns exemplos de medidas que são diferentes de pessoa a pessoa, e por isso mesmo devem ser levadas em consideração. Cada ser humano tem um padrão ergonométrico próprio que deve ser observado ao se construir um instrumento.

Além disso, o tipo de música que o músico vai executar e sua maneira de tocar também são importantes.

Sendo o contrabaixo um dos instrumentos com maior área de aplicação na música, ele é tocado de formas muito diferentes.

Um baixista de jazz vai utilizar uma regulagem e medidas bem diferentes de um músico de orquestra sinfônica, por exemplo.

Depois de observar todos esses aspectos relativos ao músico é que o Lutier inicia a construção de seu instrumento.

Todo o material que será utilizado já deve estar separado e preparado para uso.

Para que o contrabaixo tenha a melhor resposta possível é necessário que já se conheça todas as peças de madeira que serão utilizadas para análise de sua estrutura, veios, densidade, flexibilidade, etc.

Nesse instrumento, contruído para Gary Karr, fiz um detalhe na base da noceta para personalizá-lo.

Cada instrumento que faço tem uma marca que o diferencia dos outros, e nesse eu incrustrei em ébano o logotipo de Gary Karr.

Quando se faz um instrumento sob encomenta, o acompanhamento da construção e a criação desse tipo de detalhe são de extrema importância.

Fazer esse instrumento foi um dos momentos de maior prazer e evolução em nosso Atelier.

Estive presente em seu concerto de despedida em Indianapolis e Gary hoje é um grande amigo.

O dia em que Gary visitou o Atelier e encomendou a construção de seu contrabaixo...
... e muitos anos depois, em Indianapolis, EUA.

Foto enviada por Gary Karr alguns anos depois de já estar de posse do novo instrumento.

 

Veja algumas opiniões de Gary Karr sobre o instrumento construido para ele:

 

"O verniz é realmente belo e de alta qualidade, como o dos antigos mestres."

"...a madeira é excelente."

"...é muito prático."

"O som do baixo é como o de uma voz agradável."

"...seu trabalho é muito artístico e reflete a alma de um grande mestre."

"Obrigado por trazer esse baixo ao mundo e obrigado por deixá-lo enriquecer a minha vida."

"Paulo é um artista da mais alta categoria. Ele trouxe para a arte de construir contrabaixos uma sensibilidade e uma paixão penetrante que não apenas realça a beleza de nosso instrumento mas abrange o instrumentista também."

"O mais eminente construtor de contrabaixos do Brasil e um dos maiores Luthiers do mundo."

"Estou honrado em conhecê-lo."

 

VOLTAR