O velho truque chinês

 

Cuidado, na hora de comprar um instrumento novo.





Uma pessoa me procura por telefone dizendo que seu pai havia encomendado a construção de um contrabaixo e que esse instrumento já estava pronto.

    Ela queria que eu olhasse o baixo e desse minha opinião e o envernizasse, pois o mesmo ainda estava sem verniz e com as cordas um pouco altas.

    Quando o instrumento chegou a meu atelier tive uma triste notícia para dar. Tratava-se de um baixo chinês que havia sido lixado com lixadeira elétrica e que ainda tinha muitas marcas do verniz original. O instrumento estava completamente marcado com sulcos profundos feitos pela lixadeira e em algumas partes se podia ver a camada inferior do compensado do fundo e das faixas.





Pelas fotos desta página se vê o absurdo deste verdadeiro golpe.

Além de se tratar de uma coisa desonesta, pois o trato com o tal "lutier" era a construção de um instrumento por encomenda, havia a intenção de enganar o comprador pois um instrumento que é vendido em lojas de São Paulo por cerca de R$ 1.500 (com verniz) estava sendo negociado por R$ 3.500 (sem verniz e todo deformado por uma lixadeira) na época.








    A compra de um instrumento sob encomenda deve ser feita apenas depois de se ter confiança no lutier e algumas indicações de amigos e músicos.
    Caso alguém não habilitado (alguém que não é lutier, que não teve um mestre, que resolveu de repente que era lutier) se ofereça para vender um instrumento construído por ele
você deve ficar preparado para o pior.
    Eu tive que falar a verdade para a pessoa que me procurou.
    É obrigação do lutier orientar e falar a verdade para seus clientes ou para quem o procura em busca de orientação técnica, profissional e responsável.


   Procure em sua cidade pelos melhores lutiers, saiba com quem estudaram, saiba quem usa seus instrumentos, quem são seus clientes, vá conhecer os ateliers dos profissionais, converse com eles e confie nos que estão aptos para lhe ajudar.
    Se em sua cidade não existir alguém competente leve seu instrumento a um especialista em outro local mas não caia nas mãos de curiosos.

    Um abraço e olho vivo

 

                        Paulo Gomes

 

 

VOLTAR