Manutenção
e restauração


Nada é tão prejudicial para um contrabaixo quanto uma restauração mal feita. Quer do ponto de vista técnico de quem executa o trabalho quer do material utilizado.

O baixo de Scott La Faro (um Abraham Prescott 1801) ficou muito danificado no acidente que, infelizmente, matou o maior baixista da época chegando inclusive a pegar fogo na parte superior esquerda do tampo e na faixa superior esquerda.

Restaurado num atelier especializado o instrumento ainda pode ser tocado e visto como era antes do acidente e como parte da história da música atual.

Se, no entanto, ele apenas houvesse caído no chão e depois sido levado a um marceneiro ou outro "curioso" provavelmente nós nem saberiamos dessa história.

O serviço de manutenção periódica do instrumento também deve ser executado no mesmo atelier, pois assim há um acompanhamento do "trabalho" das madeiras com o passar do tempo; como o "cansaço" da barra-harmônica, desgaste do espelho, cavalete, etc.

Somente um Lutier especializado pode executar trabalhos com responsabilidade dentro da técnica reconhecida e transmitida por mestres da arte de construir sons.

Procure em sua cidade sempre pelos mais recomendados e experientes lutiers.

 

VOLTAR