Homenagem do Atelier a
nosso querido amigo Luiz Chaves





Clique aqui:

Programa Luiz Chaves
Projeção

para iniciar a transmissão

Por motivo da construção do novo Atelier nossos equipamentos estão temporariamente fora de uso, por isso esse programa não tem locuções, apenas a íntegra deste que foi o melhor disco da carreira do Luiz: Projeção

Se você gostar, compre o CD que ele está de volta.

     Luiz Chaves - Projeção (RGE Clássicos)
Sediada em São Paulo, a RGE foi importante reduto da bossa paulista, como se anotou antes. Num episódio curioso, o selo lançou o baixista Luiz Chaves em precoce disco solo, “Projeção”, de 1963 (“jamais havia escrito qualquer arranjo em minha vida!”, exclama ele na contracapa) um ano antes da estréia de seu grupo, o Zimbo Trio.

Nascido em Belém, PA, irmão de outro baixista, Sabá, LC contou com a retaguarda eficaz de músicos locais. Entre eles, o legendário multinstrumentista Boneca, o argentino Hector Costita (sax), e os irmãos D’Alcantara, Magno (trompete) e Carlos Alberto (sax tenor) além dos futuros comparsas no Zimbo Trio: Hamilton Godoi (piano) e Rubens Barsotti (bateria). Em pauta, uma bossa nova em plena sintaxe inflexiva. De Menescal & Boscoli (Nós e o mar, Dan cha cha cha, Telefone), Baden & Vinicius (Pra que chorar, Berimbau) a João Melo & Codó (Tim dom dom) e César Camargo Mariano (Samblues).(Tárik de Souza)

 

FECHAR